Google+ Followers

quinta-feira, 15 de março de 2012


Estamos em ano de eleições municipais, onde o povo é convocado para escolher o próximo governo. Ano de nivelamento social, onde o rico lembra que o pobre existe, sentando na mesma mesa, bebendo no mesmo copo rsrsr, mas é tudo armação e fingimento, o que eles querem é o “poder”.

Somos desprezados por uma elite dominante que se julga dona da cidade, por favor meu povo, não venda seu voto! Quando vendemos nosso voto, aumentamos o domínio do rico e traímos nosso povo tão carente de respeito e atenção. Vote na melhor proposta, precisamos constituir governos inteligentes, sensíveis e preparados para enfrentar nossos problemas.


Bicas precisa crescer, estamos agarrados a mesmice. Precisamos desenvolver boas ideias para atrair o turista, ou seja, a prosperidade. O trem e a linha seriam uma forte atração turística mas, “desapareceram” e antes que o espaço da antiga rede também “desapareça”, vamos exigir do governo uma piscina municipal, que pode desenvolver o comércio local e ser ponto de encontro, onde vigiaremos as nossas crianças com respeito e educação.


A TV alterosa já esteve aqui para fazer uma reportagem sobre o nosso trabalho e voltará, porque nós queremos mudanças. Sentimos um imenso respeito por tudo que está a nossa volta e estamos determinados a lutar pelas grandes causas. E mesmo enfrentando a natureza agonizante do deserto iminente, nós continuaremos a plantar, é como dizia Confúcio: Não são as ervas más que afogam a boa semente e sim, a negligência do lavrador.


Março 2012


Sandra Teixeira


NÓS PODEMOS COMPRAR O PODER, MAS NÃO O RESPEITO